quarta-feira, 26 de setembro de 2007

A Payssandu tem dessas coisas

A Payssandu tem dessas coisas

Passando por uns daqueles tradicionais prédios da Payssandu (calma, gente, eu só tava indo ao Setut fazer minha peregrinação mensal de lisa não motorizada), por volta das 16h30 de ontem (25), deparei-me com prostituas, policiais e dezenas de curiosos:

Vanessa: "Moço, o que é que tá acontecendo?"

Seu Moço 1 – o mal informado: "Nem sei, minha filha. Tava passando, vi o tumulto, mas ainda não entendi"

Seu Moço 2 – o cheio de detalhes: "’Agorinha’, aquele cara de camisa branca com manga cor de laranja tava fazendo programa nesse prédio aqui atrás com aquela moça de branco, aquela que tá bem ali perto do camburão (é o nooooovo!). Quando ele tava indo embora e foi pagar pelo serviço, a mulher percebeu que ele tinha 800 reais na carteira. Daí, na hora que ele chegou aqui em baixo, eu só vi umas cinco ou seis mulheres partindo ‘pra’ cima dele, dando porrada, pegando o dinheiro..."

Vanessa: "Putz"

Seu Moço 2 – "Ele tinha até agarrado umas três, mas não deu conta das outras. A polícia vinha passando na hora, mas as que pegaram o dinheiro fugiram"
Vanessa: "Coitado!"

Seu Moço 2 – "’Se lascou!’ E eu acho é bom. Vai ter de honrar o resto do mês nem sei como. Bem feito ‘pra’ deixar de ser vagabundo"

Atentem bem (parafraseando vocês sabem quem) para a presença do famoso '3Q-COP' na fala de Seu Moço 2: Que, Quem, Quando, Onde, Como, Porquê. Isso é quase uma matéria jornalística. Talvez ele precisasse de um vocabulário mais rico, de um pouco mais de estilo, e um pouco menos de opiniões, mas isso é coisa que acontece com muitos jornalistas piauienses (aliás, não apenas com os piauienses). Vai ver que é por isso que todo mundo acha que entende de jornalismo...

Bjo!

3 comentários:

Morrer [de Rir] ... disse...

pra que ir pra escola, morrer lendo livros e etc?? quando a gente pode dar a notícia assim, no meio da rua,né??

=*****

Marcilio Costa disse...

Vanessa, meu amor, em primeiro lugar vou te dar uma bronca: pô, tira aquele negócio de que eu 'fiquei de te dar um blog novo'. Não tá pronto? rs... Agora, sim, sobre o post. Acho que, principalmente nesses tempos de 'era da informação', a ânsia por comunicar atinge a todos. Por isso é eu digo: de repórter, corrupto e lobista, todos temos um pouco.

Jota Pê_The disse...

Talvez ele seja um esquino jornalista amador!