sábado, 22 de novembro de 2008

Por dentro

"Não adianta, eu sei exatamente o que se passa, principalmente quando você quer esconder.
Aposto que você ainda vira o rosto quando está com raiva.
E que você chora quando se sente sozinha.
Sei que dança no quarto feito uma louca com a música em níveis assustadorament altos.
Quando quer mudar alguma coisa na sua vida, a primeira coisa que faz é pintar/cortar o cabelo.
Você usa sua inconstância como desculpa para tudo nesse mundo.
Morre de medo de gostar de alguém de verdade e se tornar dependente (mesmo eu já tendo te explicado que uma coisa não implica a outra).
Sei que ainda vê os best sellers com maus olhos.
Você cruza os dedos dos pés (jamais me conformarei com isso)pra relaxar.
Morre de dor, mas não toma remédio.
Em geral, fala muito. E fala pelos cotovelos quando se sente insegura.
Sente ciúme dos teus amigos e é amiga até de quem não merece.
Tem um coração mole - mas ser um pouco mais rancorosa não te faria mal.
Apesar dos prejuízos, teu jeito estabanado é o que te faz ainda mais Vanessa (essa eu não entendi, Arthur).
E essa tua cara de metida quando se sente acuada nunca me enganou.
Sempre soube que você é a pessoa mais adorável que eu poderia conhecer."


O que você faz quando uma pessoa que você não vê há cinco anos (e que hoje mora do outro lado do Atlântico) tem total conhecimento sobre você??
Eu me derreto.

Quem tem Arthur Maturo tem tudo!

BjoS!!

Um comentário:

lyza disse...

Qm eh esse mininu Vann!?Xonei!hehehe
Linduuuuuu