quinta-feira, 26 de abril de 2007

Sou bagunceira e não desisto nunca

Outro dia, a Yala chegou à redação trazendo a grande notícia: “cientista comprova que bagunceiros são mais produtivos”. Enquanto escrevo isto, olho ao meu redor e presto atenção à minha escrivaninha: trocentos livros, zilhares de CDs, uma chapinha de cabelos, dois carregadores de celular, quatro pilhas AA carregáveis, quatro pilhas AAA também carregáveis, uma caixa de canetas, dois estojos sem canetas, algumas revistas, uma calculadora, uma agenda verde limão que ganhei em um sorteio, um relógio despertador daqueles bem antigos, um PC, uma sandália (pendurada para evitar que a cachorra a devore), duas caixinhas de som, uma outra caixa cheia de trecos, uma terceira caixa cheia de disquetes e CDs, algumas coisas embaixo de todas essas que, por motivos óbvios, eu não estou conseguindo ver.

Acreditem, minha mesinha não é grande! Eu é que tenho a capacidade de multiplicar os espaços (rsrs). Minha mãe é organizadinha; meu pai também não é de sair espalhando tudo em qualquer lugar; minha avó é até meio neurótica, gosta de tuuuuuuuuuudo no seu lugar. Portanto, o mau exemplo não vem de casa. Sou uma autodidata. Essa é uma habilidade que venho desenvolvendo com muito esforço e dedicação ao longo de meus quase 21 anos de existência. Como eu, muita gente tem dificuldade em lidar com organização. Isso é, apesar de sermos mais produtivos, um problema sério. Particularmente – e talvez tenha apenas me acostumado - vivo melhor assim do que em um ambiente “impecável”. Porém, as pessoas que convivem com a gente não têm a obrigação de saber, sequer de querer, lidar com o pequeno caos em que “gostamos” de estar. E, em geral, nós é que temos de nos adequar a elas. Afinal, elas estão certas e nós, os bagunceiros em tempo integral, estamos errados.

Se somos mais produtivos, pq os organizados é que estão com a razão? Resposta simples: eles atendem aos padrões! Malditos padrões. É, em grande parte, por causa deles que vivemos em uma sociedade hipócrita, em meio a preconceitos velados e desigualdades gritantes. Os bagunceiros quebram as regras, invertem a ordem lógica das coisas e talvez aí esteja a razão para seu sucesso produtivo. Não que todos tenham de ser bagunceiros, mas esse é apenas um exemplo de que podemos dizer não aos padrões (mesmo sem perceber, mesmo sem ter esse propósito) e desmenti-los.

Análise final um tanto qto confusa...deve ser o sono.

Bjo p vcs!


3 comentários:

dalyne disse...

Vannn
vê esse blog aki:
http://manelmaia.blogspot.com

tu vai amar! rsrsrs
muito bom! é do Nel, do MA...

Xêru, bagunceira que nem eu!

Morrer [de Rir] ... disse...

ooww.. mas quem te ama, consegue te achar embaixo daquelas mil coisas que tu chama de bagunça organizada...

Narci5io disse...

Vanessinha linda da comunicação!!!!!
Eu coloquei teu blog na lista do meu blog!!!