quarta-feira, 2 de maio de 2007

Quando a vida vale a pena


"Eeei! Cá estou eu de novo, como o molequinho incoveniente de sempre, por que meu antigo depoimento sumiu da primeira página e isso é inaceitável! Humpf!To aqui pra lembrar a todos, e avisar para os que não sabem, que a Vanessa é MINHA! Só minha e de mais ninguém! E eu sou só dela :$ Por quê? Por quê sim, oras! Por que quem tem a Van como amiga não precisa de mais nada =D afinal, divertida, bonita, inteligente, malvada, incoveniente *!*, sexy *!!* (especialmente ao dançar), não-fotogênica, neurótica (especialmente ao levar o lixo pra fora! haha!), legal, charmosa, cretina *!!!*, atenciosa, amiga, companheira, maluca por promoções (característica mais marcante dela!) -e outras N qualidades que o tirano do orkut não me deixa citar :( MORRA ORKUT- não precisa de mais nada né? Ela é a amiga perfeita, e a seda nunca é o suficiente pra rasgar quando o assunto é 'Vanessa'. E sempre sobra pra mim quando eu começo a falar dela, minhas namoradas que o digam :( tadinhas! ). Relacionamentos firmes e aparentemente duradouros já ruíram por conta do meu calcanhar de Aquiles -falar mal dela NUNCA!- E tá tudo bem assim! Não que isso realmente importe, por que acima da Vanessa só Deus mesmo =) e olhe lá! Se Ele vacilar comigo Ela toma o lugar assim ó, rapidinho!Por que? Por que sim, oras! Afinal, ela é a coisa mais preciosa que eu tenho. Uma amizade que resistiu a muita coisa, inclusive à distância cretina que nos separa há quase dez anos. É a pessoa mais especial da minha vida, com quem eu tenho um relacionamento puro, desprovido de interesse de qualquer tipo (ACREDITEM! Apesar de deixar ela me usar, se quiser! Haha!), e que mais sabe me fazer rir e me sentir especial nas horas mais inusitadas (No supermercado? Jogando Banco Imobiliário? Quando eu roubava as revisões dela? Tomando coca-cola e planejando nossa revolta contra o mundo? Perdidos no meio do mato, de noite? *!*). É o tipo de pessoa que cativa a família toda de uma vez, sabe? Ela não arrebatou só a mim, mas a minha mãe, minhas tias, irmão e o escambau também. De vez em quando minha mãe me pergunta: "E a Vanessa, Lucas?", "Tá bem, mãe...", "Chama ela pra passar uns dias aqui conosco.", "Tá! *Sorrisão*". É o tipo de pessoa que tá acima de qualquer rótulo. Amiga? companheira? confidente? maníaca por promoções? Não, nada é o suficiente. Só Vanessa tá bom! É como se fosse um amalgama de todas essas coisas que eu citei, mais algumas (alguém disse indecisa e sonhadora aí?) em uma só palavra, entende? Se não entender tudo bem, é meio que inexplicável mesmo. Nem eu entendo muito bem, e nem tento, só desfruto =DPor que, como eu já disse, ela é a pessoa mais especial e preciosa da face da terra! E se você não acha, azar o seu e sorte a minha. Menos concorrência, sabe? =DTe amo, Van :* e desculpa a rasgação de seda! Vou parando por aqui se não não paro nunca haha! Beijão!" (por Lucas Costa - tantas vezes já citado neste blog...)


preciso dizer mais alguma coisa? preciso: lu, t amo muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito, tanto que nós jamais poderemos mensurar.

2 comentários:

Morrer [de Rir] ... disse...

Lindo depoimento... buááá!! Eu quero um amigo desse pra mim!! =P

dalyne disse...

ô amor meu deus do céu! rsrsr
q bom!!
Xêrus!