sexta-feira, 4 de maio de 2007

Amoooooooooooooooooooor

Hoje tem festa na roça, digo, festa no sítio. É aniversário do Xico Xicote, também chamado carinhosamente de Fran, Franciana, Ana Viana. São muitas as formas de tratamento dadas ao Xico (tanto que às vezes a(o) coitada(o) tem crises de identidade seriíssimas); eu, particularmente, prefiro chama-la(o) de “Amooooooooooooooor” .

Quando do início da diáspora na turma 2004.2 de Comunicação Social da Uespi os ventiladores eram bode expiatório da cisão que se firmava. Sala grande, sem ar-condicionado e em pleno o B-R-O-BRÓ. As panelinhas se formavam e a “luta para ficar em baixo do ventilador” revelava as afinidades. Àquela época, eu mal falava com a Fran, mas estava (verdadeiramente) muito interessada em ficar sob o ventilador que ela espertamente escolhera desde os primeiros dias de aula. Eu não fazia questão de estar perto do pessoal do paredão (os estudiosos que não gostam de farra), nem dos engajados (galera do movimento estudantil), e a Fran me parecia boa companhia.

De lá para cá, são dois anos de amizade fortalecida a cada dia, a cada carona que o seu Xico (o Xico original) me dá, a cada lanche que ela paga para mim, a cada calça que eu peço para a dona Eliana apertar, cortar, pinçar. Amizade que se preze é construída no dia-a-dia, apesar dos ataques de stress, de baixa auto-estima e de insegurança, da TPM, da euforia, da bipolaridade, das histórias quase (?) intermináveis. E foi assim comigo e a Fran. No início era apenas “a caloteira legalzinha” (não, não vou contar pq caloteira...não hoje, não no dia do aniversário dela – rsrs), hoje é uma amiga de verdade, para todas as horas. Como ela disse certa vez, é ela quem está cmg sempre, “ouvindo os acontecimentos de minha vida em primeira mão e me aturando conta-los 15 vezes para quem quer que apareça na minha frente, da Lívia Má ao Mário do Pastel”. Para q maior prova de amizade??? E nem precisaria...

Amooooooooooooor, muitas felicidades sempre. Você sabe que pode contar cmg (clichê, eu sei, mas vale) e q nem o seu Xico ficou mais feliz q eu qdo c arrumou um emprego e, o melhor, conseguiu se achar profissionalmente. Cá p nós, tomara q c passe a ter tbm um pouquinho mais de sorte no amor e sqça “vc sabe quem” (rsrs). Tudo de bom, miga...pq c merece! Ah, e que nos próximos 10 anos os cientista consigam descobrir uma fórmula de combate à calvice...quer melhor desejo de aniversário q esse?

Bjo p Xico e p tds vcs...

Um comentário:

dalyne disse...

aproveitando o embalo: Parabéns pra ti Xico, atrazado de Novo...
Felicidade!
Xêru Van e Xico Xicote!