terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

É carnaval!





Sei que muita gente não gosta de carnaval (há até quem deteste), mas, sejamos sinceros, é incrível como algumas pessoas conseguem viver em um mundo paralelo nesse período: neguinho não lembra de emprego, nem dívidas, nem brigas com irmão; tem gente que consegue realmente ser feliz por quatro dias. Isso é fantástico!

Claro que depois vem a quarta-feira de cinzas e o ano realmente começa, os problemas voltam, as contas e as brigas também. Mas o impressionante é esse clima meio inconseqüente do carnaval. Salvo os questionáveis excessos, as pessoas se permitem mais, libertam-se mais, esquecem um pouco (outros esquecem por completo) os tais “padrões comportamentais que regem a vida em sociedade”. Sem falar que no outro dia ninguém tem ressaca moral, afinal, “é carnaval!”.

Festa democrática que é, o carnaval juntou-me a Júnior (sem juízo) Araújo na cobertura do desfiles dos blocos ontem. O DIA e Meio-Norte (a concorrência) para cima e para baixo rindo das marmotas, frescando por causa do papelão alheio, quando o Júnior me pergunta: por que eu não consigo ser feliz assim como eles? Hum... fiquei sem resposta. Mas que ‘eles’ realmente estavam felizes, ah, isso estavam.



E ano que vem eu quero é ser uma égua se eu não for passar o carnaval em Salvador!!

Bjos!!

P.S.: Biáááááá, saudades!!

P.S.’: ouvindo “Fogo e Paixão”, do Wando. Um clássico!!! Kkkkkkkkkkkkkkkkk


Um comentário:

Biá disse...

Van, pra que Salvador quando o corredor da folia está bem aí???



p.s.: saudadess vaaaannnnnn!!!!!!!!!!!!!!!